A importância da nutrição na mielomeningocele é tema de live no Instagram

A nutricionista Angela Federau é a convidada de Kelly Cavalcanti, presidente da APSAM – Associação Paranaense Superando a Mielomeningocele, para live sobre a importância da nutrição na mielomeningocele. O evento acontece quarta-feira (29), às 19h30, nos perfis da @angelafederau.nutri e @superando_mielo no Instagram 

A mielomeningocele tem sua origem em um defeito no tubo neural do feto ainda na gestação. O principal fator influenciador dessa malformação congênita é a carência de ácido fólico no início da gestação. Por isso, a nutrição tem um papel fundamental em todas as fases da vida de uma pessoa com mielomenigocele. “A mielomemingocele traz consigo algumas características físicas, nas quais a nutrição exerce papel fundamental como o correto funcionamento intestinal,  melhora da qualidade renal e urinária (na bexiga e intestino neurogênicos), aumento do tônus e força muscular e melhor construção óssea e articular. Além disso, auxilia na resposta emocional, metabólica e melhora à adesão e resposta às terapias” afirma Angela Federau, nutricionista. 

Sobre Angela Federau 

angela federau

Angela Federau é nutricionista clínica (CRN-8: 5047), pós-graduada em fitoterapia aplicada à nutrição, especializada em nutrição funcional, pediátrica e escolar. Atua como professora de nutripediatria na pós-graduação de medicina da Faculdade Inspirar, participa como convidada de pesquisas científicas e genéticas da UFPR como o mapeamento e estudo genético da comunidade Menonita e é revisora de artigos científicos e textos para sites médicos. É palestrante, escritora de livros, artigos e colunas em jornais e revistas. Nutricionista responsável pela  APSAM – Associação Paranaense Superando a Mielomeningocele. Além disso, a nutricionista é empresária do segmento alimentício e atua como parceira da Polícia Militar do Paraná e de clínicas de fertilidade.  

Sobre APSAM – Associação Paranaense Superando a Mielomeningocele 

A Associação Paranaense Superando a Mielomeningocele (APSAM) foi criada com o intuito de colaborar com as famílias destes pacientes para que tenham acesso aos melhores tratamentos existentes, pois sabe-se que o cuidado iniciado desde a sua vida intrauterina reduz muito as possíveis sequelas desta malformação, o que repercute sobremaneira na qualidade de vida desta família e da própria criança. 

Além disso, os gastos financeiros e o tempo dispendido em terapias se tornam muito menores, possibilitando que o cuidador desta criança possa trabalhar, além da chance real da própria criança se tornar produtiva e independente no futuro. 

Do contrário, quando a família não tem acesso às terapias necessárias as consequências podem ser desastrosas, como sequelas neurológicas importantes, insuficiência renal crônica e comprometimentos ortopédicos graves.

Serviço

Live – A importância da nutrição na mielomeningocele 
Data: Quarta-feira, 29, às 19h30 
Local: Instagram @angelafederau.nutri e @superando_mielo

Nina Machado

Jornalista, especialista em marketing digital e gestão de pessoas trocou o mundo corporativo em busca de uma vida mais conectada com seu propósito. Em 2019 criou o projeto Ficar Bem aos 40 para abordar assuntos do universo feminino 35+. Além disso, é co-editora do Corra Mais e repórter do Inova Mais, ambas editorias do portal RIC Mais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Voltar ao topo